Select Page

TICT – Traditional Arts and ICT Art Tools for teaching your subjects and promoting life skills.

Fev 15, 2024

Amesterdão, Países Baixos
04 a 09 de dezembro 2023

Entre os dias 04 e 09 de dezembro de 2023 realizei Erasmus no setor do Ensino Escolar KA1, denominado de “Designing an A+ school in Europe”. O curso foi lecionado pela Europass Teacher Academy, em Amesterdão (Países Baixos), tendo como nome “TICT – Traditional Arts and ICT Art Tools for teaching your subjects and promoting life skills.”

Foi a primeira vez que participei num programa de mobilidade, tendo sido uma experiência bastante enriquecedora para fins de aprendizagem e desenvolvimento das minhas competências profissionais.

Uma vez que fui tirar um curso de 30 horas, o intuito era assistir e participar em aulas teóricas e práticas nas quais foram apresentadas ferramentas (programas e softwares) que são uma mais-valia na lecionação de várias disciplinas. Estas novas dinâmicas, visam criar um ensino inovador, integro, lúdico e adaptado ao perfil dos alunos de hoje.

Aprendi a integrar o uso de técnicas artísticas tradicionais e ferramentas artísticas TIC no ensino, a fim de estimular a criatividade, o pensamento crítico e melhorar o desenvolvimento de competências cruciais para a vida.

Adquiri competências numa vasta gama de disciplinas, como no teatro, fotografia, desenho e pintura, para ensinar aos alunos.

Durante esta semana fiquei a conhecer um pouco sobre o sistema de Educação na Holanda, desde a escola primária, ensino médio, secundário, superior, saídas profissionais e ofertas de emprego.

No meu tempo livre, conheci a cidade de Amesterdão, capital da Holanda, conhecida pelo seu património artístico, pelo seu sistema de canais e casas estreitas com telhados de duas águas, legados da era dourada do século XVII. Tive acesso a visitas guiadas aos Museus de Van Gogh, o Rijksmuseum, com obras de Rembrandt e Vermeer. Entrei no Museu Moco, um museu privado de arte moderna contemporânea, com obras de Banksy, Andy Warhol. Visitei o Bairro judeu e a Sinagoga Portuguesa e assisti ao Festival de luzes a bordo de um barco turístico.

Enquanto docente, espero voltar a realizar mobilidade Erasmus, pois permitiu-me aprender com colegas de outros países, tendo acesso a realidades educativas diferentes da nossa, bem como compreender que é nestes programas de mobilidade que conseguimos colocar em prática o Inglês e ultrapassar algumas vicissitudes.

Foi uma experiência incrível!

Patrícia Basílio


Arquivo de Notícias

Share This